Vamos começar a viajar lendo?

Parabéns a todos aqueles que colocam a cara no mundo! Hoje é o dia de vocês - Dia do Turista - ou melhor, o nosso dia. Porque se tem uma coisa que eu gosto nesta vida é de viajar! Lembro que ao passar pela imigração em Londres a oficial olhou meu passaporte e disse (em inglês, claro): "você viaja muito, né?" Eu respondi: "sim, todas as férias, afinal eu só trabalho pra isso". E ela não me fez nenhuma pergunta a mais.

Pois bem, como viajante inveterada que sou, resolvi fazer um post com uma dica um pouco diferente das tradicionais dicas de viagem encontradas pela WEB afora.
Em vez de escrever sobre determinado destino ou sugerir "coma isso", "vá ali", "faça aquilo", vou escrever sobre a preparação para a viagem. Mas também não vou citar guias que você deva comprar ou peças que deva levar na mala, vou escrever sobre os livros que leio antes de partir.

Eu sou apaixonada por estudar culturas e acho que isso facilita para que eu não me sinta desconfortável na maioria dos lugares que eu visito, tipo um peixe fora d'água, sabe? Muita gente deixa de viajar por isso, pelo medo do desconhecido. Prefere voltar sempre aos mesmos lugares, onde se sente confortável e acaba aproveitando mais mesmo. Eu confesso que já perdi a conta de quantas vezes fui a NY onde me sinto realmente em casa, mas é até hoje o único lugar para o qual eu sempre volto. Porque o mundo é tão grande, sempre há um novo lugar para desbravar.


A dica então é ler sobre os lugares, mas não dicas de viagem e guias turísticos apenas e sim relatos de viagens ou até mesmo ficção, desde que referente ao lugar real que você pretende visitar. Quem sonha conhecer a Provence e ainda não leu os livros do Peter Mayle, por exemplo, trate de fazê-lo agora! Além de um deleite, vão te ajudar a entender os costumes, as tradições, a culinária e as curvas daquela maravilhosa região da França.
Para quem vai a Londres, recomendo Uma Ponte Para Londres do Marcello Rollember. Ele até tem algumas informações bastante precisas como um guia de turismo, mas o que enriquece o livro são as experiências do autor pela cidade e o conhecimento que ele tem da cultura local.

Agora, se você vai para Paris, o livro Paris É Uma Festa do Ernest Hemingway de guia não tem nada, mas foi o livro que me convenceu, na época em que eu o li, que Paris deveria ser meu próximo destino turístico. Seus contos são da década de 20, período remanescente da Belle Époque francesa. Por causa desse livro, eu fiz uma verdadeira viagem no tempo ao jantar no Le Train Bleu (na foto), restaurante da Gare de Lyon, de onde Hemingway partia para suas viagens de refúgio da agitação parisiense e que ninguém até então havia me sugerido. Provavelmente por não ser um lugar da moda ou acharem até cafona, demodé. Bem, acho que nem precisaria dizer que foi uma experiência maravilhosa.


Pra terminar, falarei de outro destino muito procurado, Nova York. O que mais dizer sobre essa cidade? Onze entre dez blogs de viagem ou lifestyle já deram suas dicas "pessoais" sobre ela. Guias e sites especializados então, nem falo, são vários! Eu continuo lendo qualquer coisa sobre NY e outro dia esbarrei com um livro um tantinho melancólico, mas com pontos de vista fora do lugar comum sobre a cidade. A Face Oculta de Nova York de Paulo Polzonoff Jr até pretende, na verdade sem muita pretensão, ser útil para os viajantes que visitam a suculenta maçã, mas o interessante nesse livro mais uma vez é a experiência do autor na cidade, é calçar os seus sapatos e sair caminhando com ele pelas ruas.


Bem, gente, eu poderia escrever um livro sobre os livros que já li antes de viajar para os lugares que viajei rsrsrs, mas pra não ficar eterno este post, paro por aqui e me coloco a disposição para aqueles que quiserem pedir sugestão fazê-lo nos comentários. Qual é o seu próximo destino? Bon voyage!

9 comentários:

  1. Você é mesmo très chic! Adoreeeeei a abordagem totalmente fora do convencional sobre o turismo! Realmente, de que adianta saber onde ficam as coisas de uma cidade se você não entende sua alma, ou como ela funciona? Sempre achei que a parte mais gostosa da viagem não eram as compras, nem a foto clássica nos pontos turísticos, mas conhecer o povo, os costumes, as tradições,enfim, a vida naquele local. E sua dica vai ao encontro disso.
    Amo NY, mas não vou dispensar a leitura do livro que você recomendou! Vivi quase dois anos lá, e fiquei curiosa! Amo Paris e o livro do Hemingway! Já a Provence, que ainda não conheço, só terá a viagem agendada depois dessa leitura.
    Parabéns pelo post! Amei!
    Bjks,
    Fabí Madruga
    www.experimentaamiga.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá! Adorei o post!
    Engraçado vc mencionar o Peter Mayle, eu estava justamente lendo a Viagem e Turismo deste mês que está com uma matéria deslumbrante sobre a Provence e tem uma entrevista com ele!
    Vou anotar todas as suas dicas!
    Bisous!!

    ResponderExcluir
  3. Merci!! Este foi um dos posts que eu mais gostei de escrever, que bom que vcs gostaram de ler :o) Bisous

    ResponderExcluir
  4. O nosso proximo será a Turquia. Nao vejo a hora de me perder em meio às especiarias, sedas e cores de lá! bjk Gue

    ResponderExcluir
  5. Que delícia, Gue! Istambul está na minha listinha (listona, na verdade! Rs...). Antes de ir, certamente lerei o livro da Chiara Libero: Turquia. Ele fala da intensa convivência entre tradição e modernidade no país. Deve ser uma leitura bem instrutiva e interessante. Bisous

    ResponderExcluir
  6. poxa! nao vamos ter posts internacionais?? beijos e saudades!

    ResponderExcluir
  7. É, amiga... To devendo uma explicação, né?

    ResponderExcluir
  8. Adorei as dicas dos livros! Já vou add a listinha! Tbm acredito que uma viagem vai mto além de compras, comida e fotos. Numa viagem temos realmente que tentar ao máximo nos incorporar na dinâmica deste novo lugar. Bjo

    ResponderExcluir
  9. maria antonietinha30 de maio de 2012 12:18

    Merci, Jú! Bisous

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



1440x900 - 1280x800
iPad - iPhone (1) - iPhone (2)